fbpx

DICIONÁRIO DE WAKEBOARD

post blog dicionario de wakeboard

30/12/2019

DICIONÁRIO DE WAKEBOARD


Escrito por
Navis

O Wakeboard é um esporte aquático de origem norte-americana. Surgiu como uma alternativa aos surfistas em dias com poucas ondas e foi surpreendentemente conquistando seu espaço no mundo. Seu universo possui uma infinidade de termos próprios, muitos deles de origem no inglês, alguns traduzidos para o português, outros “aportuguesados”. O universo dos praticantes de wakeboard possui portanto quase que uma língua própria. Por isso, trouxemos hoje um dicionário de wakeboard com 25 termos que você precisa conhecer se quer entrar no mundo do Wake!

Dicionário de Wakeboard: 25 termos que você precisa conhecer!

TERMOS BÁSICOS

RIDER: é o praticante de Wakeboard, também chamado de wakeboarder

SESSION: é o tempo que o rider fica praticando Wakeboard

BASE GOOFY: é o nome que se dá quando o atleta pratica wake com o pé direito na frente da prancha.

BASE REGULAR: é o nome que se dá quando o atleta pratica wake com o pé esquerdo na frente da prancha.

GLASS: é o termo que se usa quando a água está lisinha, como um vidro, perfeita, então, para a prática do Wakeboard.

MANOBRAS

CAVADA: é quando o rider está pegando velocidade e inclina as bordas do Wake

POP: é o impulso que o rider dá sobre a primeira marola ou rampa, para executar alguma manobra ou salto

HEELSIDE: heel é calcanhar em inglês, portanto heelside é quando a cavada é feita com o peso dos calcanhares

TOESIDE: já toe significa dedo em inglês, então, toeside é a cavada feita com o peso dos dedos

FRONTSIDE: é quando o rider executa a manobra de rotação iniciando o giro para a frente do corpo

BACKSIDE: ao contrário do frontside, é quando o rider executa a manobra de rotação iniciando o giro para trás do corpo

POUSO BLIND: é quando o rider pousa com as costas na direção do cabo (ou barco), segurando, então, o manete nas costas com apenas 1 mão.

BUTT CHECK: butt significa bunda em inglês, o butt check é então qualquer momento em que o rider pousa a bunda na água. 

SWITCH: é quando o rider executa a manobra com a base trocada

GRAB: é quando o rider segura na borda da prancha ao executar a manobra ou salto.

INVERTIDO: é o nome dado às manobras executadas de cabeça para baixo.

MOBE: quando a manobra é composta de ao menos um invertido e uma rotação, ou seja, um giro completo com a prancha passando por cima da cabeça do rider com um 360° 

HANDLE PASS: é o momento em que o rider, ao fazer a rotação, passa o manete de uma mão para a outra

ROTAÇÕES OU SPINS: são as manobras de rotação no eixo vertical.

OFF-AXIS: quando a manobra de rotação é executada fora do eixo vertical do rider. Ou seja, se saiu do eixo, é off-axis!

EDGE: edge significa borda em inglês, portanto, chama-se edge quando o rider coloca pressão nas bordas da prancha para executar a cavada. 

OLLIE OU BUNNY HOP: saltar sem utilizar a marola

DOCK START: quando o início da session é fora d’água, partindo de outro barco, margem, etc. 

FLETEAR: é quando o rider interrompe a cavada, antes de dar o pop.

SURFACE: são as manobras executadas sem tirar a prancha da água.

E aí, curtiu nosso dicionário de wakeboard?

É claro que não para por aqui, o universo do wake possui uma infinidade de manobras e termos, mas se você já se adaptar a esses 25, temos certeza que não se sentirá um peixe fora d’água na próxima session!

__________

Veja também:
Tudo para Wakeboard
Como escolher seu Wakeboard?